RELAÇÃO ESCOLA-FAMÍLIA: existe um jeito?

Você sabia que existe um campo profissional que se dedica ao estudo e melhoria da relação escola-família?

Afinal, como ignorar a influência da família no desempenho escolar da criança? É possível incluir os pais no pensar e agir escolar? É possível estabelecer uma relação equilibrada e saudável entre pais, professores, escola e alunos? Como ampliar a inclusão e o bem-estar entre esses sistemas?

O campo responsável por este assunto se chama Pedagogia Sistêmica, que atua na compreensão do papel da família, do aluno, do professor e da escola no contexto educativo. Sobretudo, um olhar para o futuro das crianças, das famílias e das relações socioeducacionais.

Sua metodologia tem como base a Constelação Familiar-Sistêmica, que é desenvolvida em atendimentos individuais e/ou coletivos com a família, a criança, professores e dentre outros que apresentam ou enfrentam dificuldades em seus papéis enquanto mães, pais, filhos, alunos, educadores, etc., e sentem a necessidade de entrar em consciência com as causas de seus problemas.

Problemas de relacionamento do seu filho e/ou filha com outras crianças, dificuldade de aprendizagem, desobediência em casa e na escola, falta de concentração, isolamento, ou você, professor, que tem dificuldade em dominar sua sala de aula, em expor um trabalho ou até mesmo a sua opinião, que pega para si as dores de seus alunos com problemas familiares e emocionais, que se sente improdutivo, e vocês, pai e mãe, que tem dificuldades no casamento, na educação dos filhos, na vida profissional e etc. Essas situações são exemplos que levam uma pessoa a procurar um profissional da Pedagogia Sistêmica e a partir do momento que iniciam as constelações, o paciente passa a conhecer com maior profundidade todo o funcionamento do seu sistema, identificando a gênese das suas dificuldades, olhando os seus traumas e traçando metas pela conquista do bem-estar.

Mesmo o método sendo jovem, já é conhecido mundialmente e tem proporcionado mudanças significativas em inúmeras escolas e famílias. É uma ferramenta, sem dúvida, poderosíssima que agrega imensamente no fortalecimento da família, na aprendizagem do aluno e no desenvolvimento do professor.

Bert Hellinger, psicoterapeuta alemão, que nasceu em 1925 e faleceu em 2019, é o criador das constelações familiares, do método sistêmico, sendo ele o responsável por introduzir toda essa metodologia mundialmente. Eu, Ana Claudia de Carvalho, também me tornei uma disseminadora do método, da filosofia Hellinger, para ajudar muitas pessoas a olharem para os seus emaranhamentos e ficarem melhores através das consultorias para profissionais da educação e outras áreas, e atendimentos familiares em grupo e/ou individuais.

Se identificou com uma ou mais de uma das dificuldades citadas neste artigo? E, não sabe mais a quem recorrer?

Lembre-se: uma boa relação entre o ambiente escolar e familiar, é igual a crianças e adultos mais saudáveis. Não se esqueça disso.

Entre em contato diretamente comigo e fique à vontade para esclarecer as suas dúvidas.

 

Um forte abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enviar Whats
Precisa de Ajuda?